1. Aproveitar quem amamos


Muitas vezes precisamos passar por momentos difíceis para enxergarmos o óbvio. A pandemia nos mostrou que a vida é um sopro e que as únicas coisas que ficam são os bons momentos que passamos com quem amamos. Um convite para olharmos para o essencial.


2. Estar aqui e agora


Quando ficamos presos no passado ou ansiosos com o futuro, não vivemos de verdade, pois estamos sempre em outro lugar e nunca verdadeiramente presentes. Esperar conquistar algo, realizar algo, fazer algo, para só então estar satisfeito com a vida pode ser arriscado. Primeiro, porque o amanhã pode não chegar e, segundo, se a felicidade está ligada ao que vem de fora nos tornamos reféns de fatores que não podemos controlar.

 


Que tal aproveitar o agora que é a única garantia que temos para viver o que é realmente importante para nós?


3. Manter a saúde em dia (física e mental)


Não é a primeira vez que sofremos com pandemias, infelizmente, situações assim são incontroláveis. Fica o aprendizado da importância de cuidarmos da saúde física, com uma boa alimentação e práticas regulares de atividade física para fortalecer o imunológico e se necessário, passarmos firmes por possíveis agentes infecciosos.

 

 

E mais do que nunca, observamos a importância da saúde mental para passarmos pelas adversidades da vida de maneira sábia e madura, não deixando que emoções mal trabalhadas prejudiquem o nosso bem-estar físico e mental.


4. Boa higiene


Outra lição importante é em relação à higiene pessoal. Os hábitos de higiene devem permanecer para impedir a infecção por outros agentes. Uma das formas é lavar as mãos e também utilizar álcool devido a sua ação antimicrobiana.

Para facilitar os hábitos de higiene no dia a dia, uma ótima opção é o dispenser de álcool que aciona por aproximação e não deixa as mãos pegajosas, trazendo praticidade durante a correria. Confira no vídeo abaixo:

 

 

Clique aqui para saber mais sobre o Momo Spray ® 

Ações simples que protegem a saúde.

5. Reserva financeira de emergência


Também vimos o quanto é importante poupar dinheiro para possíveis emergências. A reserva financeira acaba com a falta de segurança que a imprevisibilidade traz e cobre custos inesperados nos momentos de crise sem passar tanto sufoco. O primeiro passo para poupar é cortar gastos desnecessários. Consumo sem propósito está em decadência, o que precisamos agora é focar no que é essencial e realmente soluciona questões em nossas vidas.